Arquivo da categoria: RJ – Região Serrana

CARE Brasil encerra os 21 meses de atividades na Região Serrana

A ONG faz um balanço das atividades exercidas na região e compartilha resultados obtidos pelas comunidades atendidas

Após as chuvas que assolaram a Região Serrana em janeiro de 2011, deixando mais de 900 mortos e cerca de 7 mil desabrigados, a CARE Brasil iniciou um trabalho de ajuda humanitária intitulado “Somando Forças com a Região Serrana”, que durou 21 meses e foi dividido em três fases. A primeira delas envolveu a distribuição de kits de higiene e galões de água para as famílias que haviam perdido suas casas, já nos primeiros dias após o desastre.

Após suprir as necessidades básicas das famílias afetadas pelas enchentes, a CARE Brasil deu início à segunda fase do projeto, em julho de 2011, com foco na reestruturação de vida das famílias. Durante nove meses, a CARE Brasil estabeleceu parcerias com associações, organizações e comerciantes locais e cadastrou as famílias mais vulneráveis para a distribuição de kits variados, em forma de cupons, como Kit Reforma, Kit Lar e Kit Reposição Econômica. Os cupons puderam ser trocados por materiais nas lojas da região, para movimentar a economia local e possibilitando que as famílias escolhessem exatamente o que precisavam para reconstruírem suas vidas.

Ao todo foram distribuídos 888 cupons para a compra dos kits Reforma, Lar e Reposição Econômica, além dos cursos de gestão de microempresas. O Kit Reforma, no valor de R$ 450,00, foi destinado à compra de materiais de construção; o Kit Lar, para compras de móveis e utensílios domésticos, valia R$ 500,00; e o Kit Reposição Econômica, para a compra de ferramentas de trabalho, valia R$ 1.100,00.

A terceira etapa do projeto “Somando Forças com a Região Serrana” desenvolveu ações de prevenção e redução de riscos de desastres com diversas atividades, dentre as quais a capacitação de lideranças, o apoio para a criação dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (NUDECs) e o engajamento com a Defesa Civil para medidas de redução de riscos de desastres. Em setembro de 2011, o município de Teresópolis passou a contar com dois NUDECs, formados nos bairros de Rosário e Perpétuo. Em Nova Friburgo foi formado um Núcleo no bairro de Duas Pedras.

A Região Serrana sofre ano a ano com os efeitos das chuvas, mas desde a formação dos NUDECs, esses impactos têm sido minimizados quando falamos de salvar vidas. Com o apoio da CARE Brasil, os núcleos desempenham seu papel de apoiar a população e a Defesa Civil, auxiliar no monitoramento da quantidade de chuvas nas comunidades, orientar a população atingida, organizar multirões e mobilizar outras comunidades. Valdecir Paim Alves, coordenador do NUDEC Rosário, nos conta que a população já fica em alerta quando começa a formar nuvens de chuva. “Antes de chover, a comunidade fica em alerta. Quando começa a chover, o centro de apoio é aberto e os moradores são evacuados para lá”, afirma Alves. Graças a essas ações, foram salvas 230 famílias no deslizamento de três barreiras, que ocorreu no último dia 03 de janeiro.

O trabalho de Redução de Riscos de Desastres da CARE Brasil na Região Serrana rendeu a elaboração de um manual de Formação dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil, dedicado à população em geral e instituições que tenham interesse em estruturar novos núcleos. O lançamento do manual ocorreu no evento de encerramento das atividades da CARE Brasil na Região Serrana, em outubro de 2012.

O trabalho da CARE Brasil na Região Serrana foi possível graças ao investimento de indivíduos e de empresas como Walmart, VALE, Bank of America Merril Lynch, Kraft Foods, Vostu, Motorola, Levi Strauss, JPMorgan, HSBC, Pfizer, Pricewaterhouse Coopers, Dow, B.Braun, Machado Associados e Saint Paul’s School, que, em alguns casos, também mobilizaram seus colaboradores e clientes. O Departamento de Ajuda Humanitária da Comissão Europeia (European Commission Humanitarian Aid Department – ECHO) também financia o trabalho da CARE. Divulgam o trabalho da CARE na Região Serrana: Accenture, Banco Santander, Cisco, Nike, Societé Generale, Votorantim Metais e Good Card Embratec.

 

O “Projeto Somando Forças com a Região Serrana” em números

3,5 mil famílias beneficiadas com doações

474 Kits Reposição Econômica (ferramentas de trabalho) doados

372 Kits Lar (móveis e utensílios domésticos) doados

42 Kits Reforma (materiais de construção) doados

R$ 726,3 mil injetados nas economias de Nova Friburgo e Teresópolis

300 participantes em oficinas de gestão de negócios

3 NUDECs criados

1 equipamento GEONETCAST doado

1 Manual de Formação de NUDECs lançado

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em RJ - Região Serrana

Formação de Núcleo Comunitário de Defesa Civil em Nova Friburgo

Moradores do bairro Duas Pedras estão sendo treinados em Redução de Riscos de Desastres e outros temas

A CARE Brasil está formando um grupo comunitário de redução de riscos no bairro de Duas Pedras, em Nova Friburgo. A pedido da liderança do bairro, a CARE traz a metodologia usada na formação dos NUDECs de Teresópolis para fortalecer a capacidade daquela população para se preparar, prevenir e responder a desastres.

Um grupo de 25 moradores está passando pelo treinamento, em parceria com a Defesa Civil da Cidade, entre os dias 14 e 19 de maio.

O secretário de Defesa Civil, coronel Mori, esteve presente na abertura do treinamento, legitimando a parceria entre a CARE Brasil e o Município.  A formação contará com informações sobre Redução de Riscos de Desastres (RRD), suporte básico à vida, educação ambiental, percepção de riscos e participação e fortalecimento comunitário, entre outros. O grupo será, inclusive, estimulado a mapear os riscos da comunidade para trabalhar na prevenção.

O bairro de Duas Pedras foi escolhido por ser um dos mais vulneráveis e sujeitos a tragédias naturais de Nova Friburgo. A CARE Brasil acredita que somente com a adaptação, prevenção e a preparação das comunidades será possível evitar que mais vidas se percam com catástrofes naturais futuras.

A CARE Brasil já formou outros dois NUDECs em Teresópolis. Um deles inclusive foi homenageado recentemente pela Câmara Municipal daquela cidade, por sua atuação no temporal que atingiu a região em 6 de abril.

O trabalho de RRD que a CARE Brasil desenvolve na Região Serrana é financiado pelo WalMart e pelo fundo Fundo de Emergência da CARE Internacional.

Deixe um comentário

Arquivado em RJ - Região Serrana

NUDEC Rosário é homenageado pela Câmara Municipal de Teresópolis

Treinados pela CARE Brasil, os integrantes do NUDEC mostraram coragem e proatividade durante a tempestade que atingiu a cidade em 6 de abril

Os membros do Núcleo Comunitário de Defesa Civil (NUDEC) do bairro Rosário, em Teresópolis, receberam uma homenagem da Câmara Municipal por sua atuação durante a tempestade que atingiu a região no dia 6 de abril.

O NUDEC é formado por moradores da comunidade, que foram treinados pela CARE Brasil em parceria com a Defesa Civil, em setembro e outubro de 2011. Durante o temporal de 6 de abril, seus integrantes ajudaram na evacuação dos moradores, no resgate de crianças soterradas, no acionamento das sirenes de alarme e contato com ambulâncias, entre outras ações.

A homenagem foi feita pelo vereador Vaguinho, que agradeceu toda a equipe do NUDEC pela solidariedade com a população de Teresópolis.

1 comentário

Arquivado em RJ - Região Serrana

Encontro com jornalistas em Nova Friburgo

A CARE Brasil e o CEPED discutiram com profissionais da mídia e assessores de imprensa a importância da cobertura jornalística em desastres naturais

No último dia 24 de abril, aconteceu em Nova Friburgo um encontro entre jornalistas e especialistas da CARE Brasil e do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas Sobre Desastres (CEPED) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Denominado como “Oficina Sobre a importância da Cobertura Jornalística em Desastres Naturais”, o evento contou com a presença de 21 profissionais de veículos locais e assessores de imprensa de diversos órgãos públicos.

O objetivo foi discutir a importância da cobertura jornalística em desastres naturais, além de trabalhar a troca de conhecimento, informações e experiências entre os participantes. Todos receberam uma cópia do livro “O Desastre Sob o Enfoque de Novas Lentes – Para Cada Efeito, uma Causa” (guia para cobertura jornalística de desastres naturais), produzido pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Para realização deste debate, a CARE Brasil contou com o apoio da Comissão Europeia, Fundação Abrinq/Save the Children, e a participação do CEPED.

Deixe um comentário

Arquivado em RJ - Região Serrana

NUDECs ajudam a minimizar efeitos da chuva em Teresópolis

Membros dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil, treinados pela CARE Brasil,  socorreram e orientaram a comunidade

No ultimo final de semana, as chuvas atingiram novamente a região serrana do Rio de Janeiro, deixando cinco mortos e 24 feridos em Teresópolis. Os Núcleos Comunitários de Defesa Civil (NUDEC´s), formados com a ajuda da CARE Brasil nos bairros Perpétuo e Rosário, colaboraram diretamente para minimizar os efeitos da tragédia.

Os NUDECs ajudaram crianças que estavam soterradas, acionaram a sirene de alarme, orientaram a evacuação de moradores e acionaram ambulâncias. “Comecei a orientar os moradores para se deslocarem para o ponto de apoio do Brizolão. Foi então que a família de Guilherme, 7 anos, sua mãe, pai e mais duas irmãs foram atingidas por um desmoronamento de uma encosta no caminho ao ponto de apoio. Apenas Guilherme e sua mãe ficaram embaixo da lama. Imediatamente, quando avaliei que o risco estava zero, que iniciamos o resgate de mãe e filho”, relata Luiz Carlos Aragão, morador e membro no NUDEC Rosário.

Para viabilizar o trabalho dos NUDECs, a CARE Brasil doou cinco carrinhos de mão, 10 enxadas, sete pás, duas foices, dois facões, oito vassouras, oito garfos de jardim, 25 luvas de raspa, 25 botas de borracha, 163 sacos de lixo, 20 metros de corda e 25 capas de chuva.

Luciana do Ato, moradora do Perpétuo, diz que fazer parte do NUDEC foi muito importante para que conseguisse ajudar sua comunidade. “Nem eu sabia que tinha tanta coragem e capacidade”.

Em depoimento, Rosa, moradora e membro do NUDEC Rosário, fala sobre a sua experiência. “Não sei da onde tirei tanta força para segurar as pessoas que estavam sendo levadas pela correnteza da água. Lembrei que quando participei do curso CERT (Equipes Comunitárias de Resposta à Emergência), precisamos avaliar a cena e tomar decisões rápidas. E foi isso que fiz. Não gosto de ficar falando muito, porque não quero aparecer, ser heroína de nada. Mas fico muito feliz de ter podido ajudar minha gente, minha comunidade. Hoje sei que o NUDEC funcionou e tudo está valendo à pena. Precisamos nos capacitar mais e mais.”

Veja fotos e leia os depoimentos na íntegra desses homens e mulheres que escolheram servir suas comunidades:

ROSA

"Não sei de onde tirei tanta força"

Às 23 horas da madrugada de sexta-feira, 6 de abril, Rosa, membro do NUDEC Rosário, percebeu que em sua viela havia estourado uma manilha por conta da força e volume da água. Imediatamente ela pegou sua lanterna e apito e correu para o ponto de apoio para abri-lo. Em seguida começou a orientar os moradores para a saída de suas casas com segurança. Mas a chuva foi mais rápida e acabou arrastando moradores pelas vielas da comunidade. “Não sei de onde tirei tanta força, para segurar as pessoas que estavam sendo levadas pela correnteza da água. Lembrei que, quando participei do curso do CERT, precisamos avaliar a cena e tomar decisões rápidas. E foi isso que fiz. Não gosto de ficar falando muito, porque não quero aparecer, ser heroína de nada. Mas fico muito feliz de ter podido ajudar minha gente. Minha comunidade. Hoje sei que o NUDEC funcionou e tudo está valendo à pena. Precisamos nos capacitar mais e mais”.

LUIZ CARLOS ARAGÃO

"O NUDEC salvou vidas aqui na comunidade”

Morador do Rosário, membro do NUDEC, Luiz tem 42 anos, é casado e tem duas duas filhas. Na madrugada de sexta-feira para sábado, ele viveu um momento dramático mas importante para salvar vidas.

“Começou a chuva e nós do NUDEC ficamos então em alerta máximo. Quando foi preciso acionar a sirene, comecei a orientar os moradores para se deslocarem para o ponto de apoio do Brizolão, pois lá estariam em mais segurança. Foi então que a família de Guilherme, 7 anos, sua mãe, pai e mais duas irmãs foram atingidas por um desmoronamento de uma encosta no caminho ao ponto de apoio. Apenas Guilherme e sua mãe ficaram embaixo da lama. Suas irmãs e pai foram arremessados para o outro lado de um muro. Imediatamente, quando avaliei que o risco estava zero, iniciamos o resgate de mãe e filho. Tudo aquilo que aprendi na formação do NUDEC e do CERT coloquei em prática ali naquele resgate. Deu tudo certo, pois todos saíram com vida. O NUDEC salvou vidas aqui na comunidade.”

LUCIANA DO ATO

“Nem eu sabia que tinha tanta coragem e capacidade para fazer o que fiz pela minha comunidade"

Moradora do Perpétuo e membro do NUDEC, Luciana diz que fazer parte do NUDEC foi muito importante para que conseguisse ajudar sua comunidade nessa última sexta-feira dia 06/04. “Nem eu sabia que tinha tanta coragem e capacidade para fazer o que fiz pela minha comunidade”.

JOÃO

"Nós do NUDEC ficamos a frente de tudo e fomos guerreiros para organizar tudo por aqui"

Membro do NUDEC Rosário, João foi um agente de mobilização e organização do ponto de apoio do Brizolão. “Cheguei aqui e comecei a organizar as famílias em salas de aula e em seguida comecei a ver com a equipe as necessidades iniciais como água, alimentos, e outras coisas. Não tinha nada ainda e começamos a ligar para o poder público para nos apoiar. Enquanto isso não acontecia, nós do NUDEC ficamos a frente de tudo e fomos guerreiros para organizar tudo por aqui. Estamos sem dormir direito, mas felizes por conseguir ajudar nosso povo”.

Deixe um comentário

Arquivado em RJ - Região Serrana

CARE BRASIL beneficia 3,5 mil pessoas na região serrana do Rio de Janeiro

Projeto Somando Forças com a Região Serrana tem distribuição de mais 800 kits e 300 participantes de oficinas de gestão de negócios

Desde setembro de 2011, a segunda fase do projeto “Somando Forças com a Região Serrana” beneficiou mais de 800 famílias (3,5 mil pessoas aproximadamente) em Nova Friburgo e Teresópolis. Foram distribuídos 888 kits voltados para reestruturação das famílias afetadas pelos desastres naturais.

Durante os seis meses da segunda fase do programa, foram distribuídos 474 kits “Reposição Econômica” com ferramentas de trabalho, 372 kits “Lar” com móveis e utensílios domésticos e 42 kits “Reforma” com materiais para reconstrução de casas perdidas e danificadas.

Os beneficiados receberam cupons, que foram trocados em lojas e depósitos parceiros da CARE Brasil. Além das entregas de kits, 300 beneficiados com os kits “Reposição Econômica” de oficinas de gestão de negócio.


Deixe um comentário

Arquivado em RJ - Região Serrana

Nudecs pedem adesão das prefeituras de Nova Friburgo e Teresópolis à campanha “Construindo Cidade Resilientes”

Nesta quinta-feira (12/jan), os Nucleos de Defesa Civil (Nudecs) formados pelo programa da CARE Brasil na Região Serrana do Rio de Janeiro mobilizam a população dos municípios de de Nova Friburgo e Teresópolis para reivindicar junto aos prefeitos das duas cidades a adesão à campanha “Construindo Cidades Resilientes: Minha Cidade está se Preparando”, da Organização das Nações Unidas (ONU).

Os atos em ambas cidades foram articulados em parceria com grupos da sociedade civil organizada (Diálogo, Grupo Articulação dos Movimentos (GAM) e Grupo Ecosocial), e marcam a passagem de um ano do maior desastre natural do Brasil – as chuvas que deixaram mais de 900 mortos na região serrana do Rio de Janeiro.

A campanha define “Cidade Resiliente” como sendo aquela que tem capacidade de resistir, absorver e se recuperar de forma eficiente dos efeitos de um desastre e, de maneira organizada, prevenir que vidas e bens sejam perdidos. A construção de uma cidade resiliente envolve 10 providências principais a serem implementadas por prefeitos e gestores públicos.  Entre as medidas estão: a criação de programas educativos e de capacitação em escolas e comunidades locais, o cumprimento de normas sobre construção e princípios para planejamento e uso do solo, investimentos em implantação e manutenção de infraestrutura que evitem inundações e o estabelecimento de mecanismos de organização e coordenação de ações com base na participação de comunidades e sociedade civil organizada.

Veja o Relatório de 1 ano da Região Serrana para conhecer mais sobre a campanha “Construindo Cidades Resilientes” e também sobre o trabalho que CARE Brasil tem desenvolvido na região.

Deixe um comentário

Arquivado em RJ - Região Serrana