Arquivo da tag: acampamentos

Melhoria das condições de vida em acampamentos

Além de cuidar da promoção da higiene, a CARE fornece itens de higiene básica para os haitianos ainda vivendo em acampamentos. Em Aujecad, por exemplo, a CARE construiu 14 latrinas, oito para mulheres e seis para homens. A separação mantém a privacidade.

A CARE também construiu ali dois chuveiros, que são basicamente armações de madeira cobertas com lonas de plástico. As pessoas podem entrar com um balde de água e limpar-se. Parece pouco mas, nessas condições de superpopulação dos acampamentos, a construção de locais privados para tomar banho é uma significativa melhoria nas condições de vida.

A CARE e a comissão de saúde do acampamento designaram ainda uma pessoa que mantém tudo arrumado e garante que haja sabão nas estações de lavagem de mãos. Estes auxiliares ganham cerca de cinco dólares por dia. A CARE também oferece vassouras, máscaras, luvas e detergente para manter a limpeza dos banheiros.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Haiti

Ajuda humanitária avalia estragos depois da passagem de furacão no Haiti

O furacão Tomas atravessou o Haiti de Sul a Norte, afetando mais gravemente as regiões de Grande-Anse, Léogâne e Nippes, Haut Artibonite e a região Noroeste do país. Inundações e prejuízos severos para o setor agrícola e em infra-estruturas foram notificados. Além disso, um aumento do contágio da cólera é temido.

A CARE participou neste último fim de semana de uma avaliação conjunta, feita por diversas instituições. As principais conclusões são as seguintes:

  • Em Léogâne, inundações danificaram casas e afetaram 15 mil pessoas que vivem em acampamentos.
  • Não há relato de enchentes em Carrefour, embora alguns acampamentos à beira-mar tenham sido afetados – incluindo o campo de Augecad, onde a CARE está trabalhando.
  • Houve aumento da preocupação em relação ao número de casos de cólera em Artibonite.
  • Inundações, somadas às más condições sanitárias em muitas partes do país, poderiam acelerar ainda mais a propagação da cólera, que afetou até agora cinco regiões (Artibonite, Centro, Norte, Noroeste e Oeste).
  • As zonas rurais são as mais afetadas.
  • Porto Príncipe não registrou maiores danos.

A CARE está avaliando a situação e coordenando sua resposta com parceiros em Léogâne, Grande-Anse, Nippes, região Noroeste e Artibonite. A equipe de saúde está planejando um aumentar à resposta ao surto de cólera no departamento Noroeste, Artibonite e Léogâne.

A CARE vai retomar as atividades de sensibilização para a prevenção da cólera amanhã, terça-feira, em áreas afetadas pelo furacão, de acordo com a decisão tomada na reunião de hoje.

Indy, jovem haitiana que vive com sua mãe, retira as águas barrentas de sua casa de um cômodo, feita de tijolos, em Leogane. Foto: Marie-Eve Bertrand / CARE Canada

Deixe um comentário

Arquivado em Haiti