Arquivo da tag: haiti

Vozes do Haiti: Gellia Voltaire

Gellia Voltaire, de 63 anos, senta-se em um colchão em seu abrigo recém-construído em Astek. Vestindo um casaco de médico que ela comprou em um mercado local, ela parece quase sumir na roupa. “Eu costumava ser bem gordinha”, diz ela, com um sorriso. “Mas desde o terremoto, eu só fiquei mais magra e mais magra. A vida era muito dura, mas agora eu tenho uma casa e estou ganhando peso novamente”. Ela ri e esfrega a barriga.

A CARE prioriza os mais vulneráveis na ajuda emergencial: viúvas, doentes crônicos e famílias chefiadas por mulheres. Quando Gellia foi selecionada para receber um abrigo transitório, ela precisava organizar cinco voluntários para ajudá-la. A CARE fornece os materiais e dois carpinteiros treinados para dar suporte à construção. “Os carpinteiros não pediram nada, eles só vieram e me ajudaram.” Gellia ainda parece surpresa pelo serviço gratuito. Ela insiste: “Eles nem sequer pediram um copo de água!”

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Haiti

Vozes do Haiti: Rose-Carmelle

(Mildrède Béliard/CARE)

Rose-Carmelle tem apenas 18 anos, mas desde o terremoto ela é a chefe de sua família, com duas irmãs mais novas. Seu tio levou-as para viver em seu abrigo transitório, se esforçando para prover comida a elas. Mas estudar está definitivamente fora de alcance: não há dinheiro suficiente para taxas.

“Eu preciso de apenas mais um ano para terminar a escola. Mas as minhas irmãs estão apenas começando. Elas têm de continuar a sua educação, não importa quão alto seja o custo. Se eu não tivesse aprendido a ler, não teriam me escolhido como líder da equipe para este projeto. E agora vou ganhar um pouco mais do que os outros”, diz Rose-Carmelle, uma das pessoas beneficiadas pelo programa de Pagamento por Serviços. O programa ofereceu a 5.000 pessoas em 39 acampamentos de Carrefour um emprego temporário para a remoção de resíduos do terremoto.

Deixe um comentário

Arquivado em Haiti

Haiti, um ano depois

(Sabine Wilke/CARE)

Um ano depois do terremoto que custou mais de 220 mil vidas, o povo haitiano ainda passa por grandes necessidades. Mas uma delas, frequentemente negligenciada, é hoje fundamental: uma participação significativa na reconstrução do seu país. A CARE trabalha em plano de reconstrução ouvindo as vozes, principalmente, de mulheres e jovens do Haiti.

Aproveitando o marco, publicamos em nosso site um balanço de nossas ações. Aqui, pelo blog, você acompanha nesta semana algumas histórias de pessoas que foram beneficiadas pelo trabalho da CARE, que só foi possível graças à doação de pessoas e empresas, que acreditam e apoiam nosso trabalho.

Leia no site:

Haiti um ano após o terremoto

Estatísticas da CARE em ajuda humanitária e reconstrução do Haiti

Deixe um comentário

Arquivado em Haiti